PRIMEIRA DECLINAÇÃO

LIÇÃO VIRTUAL N. 4

4. PRIMEIRA DECLINAÇÃO

A primeira declinação em latim abrange as palavras terminadas em ‘a’ no nominativo e que no genitivo têm a desinência ‘æ’. Isto se aplica aos substantivos, adjetivos, numerais e aos particípios passados dos verbos.

Exemplos:

‘insula’ (pronúncia: ínsula) = ilha;

‘incola’ (pron: íncola) = habitante;

‘rotunda’ (pron. paroxítona) = redonda;

‘deducta’ (paroxítona) = deduzida.

Seguindo a regra já apresentada, temos em ‘insula’ o radical ‘insul’ e a desinência ‘a’; em ‘incola’, o radical é ‘incol’ e a desinência ‘a’. Portanto, na hora de declinar, o que vai alterar é apenas a desinência.

Casos da primeira declinação:

CasosSingularPluralNominativo: insula insulæGenitivo: insulæ insularumDativo: insulæ insulisAcusativo insulam insulasVocativo: insula insulæAblativo: insulainsulisExemplos:

1. A ilha é redonda. – Insula rotunda est. (Note que é comum no latim o verbo vir no final da frase)

Comentários: insula = sujeito; rotunda = predicativo do sujeito; ambos, pois, estão no caso nominativo.

2. O habitante da ilha – Insulæ incola.

Comentários: não há artigos em latim; habitante = incola, por não ter nenhuma regência, fica no nominativo; insulæ = da ilha, possessivo, regido pela preposição ‘de’, portanto, vai para o genitivo.

3. Vejo a ilha. – Insulam video.

Comentários: insulam = a ilha, objeto direto, vai para o acusativo; video = vejo, 1a. pessoa do singular do verbo ver no indicativo presente. Não existe o artigo.

4. Perigo nas ilhas. – Periculum in insulis.

Comentários: A preposição ‘in’ (em, no, na, nos, nas) sempre rege ablativo, ou seja, a palavra a ela vinculada vai para o ablativo. Daí a palavra ‘insula’ assume a forma ‘in insulis’, porque está no ablativo plural; periculum = perigo, está no nominativo neutro da 2a. declinação (que será estudada adiante).

4 pensamentos sobre “PRIMEIRA DECLINAÇÃO

  1. No caso de “insulae incola”, se traduzido ao pé da letra, teríamos “da ilha habitante”, correto? E se escrevermos “Incola insulae”, haveria modificação do significado da frase? Esse tipo de dúvida é um caso sério. Pode ser insignificante diante de um curso tão excelente, mas para quem principia, é um obstáculo. Agradeço a quem possa responder.

    • Eu não lembro os nomes técnicos, mas o Latim não tem uma ordem certa das palavras. Você poderia escrever em ambas as ordens (Insulae incola/Incola insulae) que não faria diferença. Na hora de traduzir, você escolheria a ordem que mais prefere.

  2. Dener disse:

    Bom dia, estou iniciando no curso agora, mas acredito que siga o mesmo principio de outras línguas que eu já estudei, você escreve/fala a frase como se ela estivesse invertida para você, porem ela esta certa, agora caso você queira escrever “Incola insulae” ela vai ficar invertida para quem fala latim, ou seja, vai estar incorreta. Acredito que seja isso.

  3. Chris disse:

    Em latim , a ordem não importa pois as terminações das palavras variam conforme a função sintática, justamente para vc poder saber se aquilo tem a função de sujeito,objeto direto, indireto , adjunto adnominal, etc…mas um professor pode explicar ainda melhor . Como aluna de Letras , sei que a ordem não vai diferenciar em latim o entendimento dos termos, nem vai ser considerada errada essa ordem. E o verbo vem normalmente no fim da frase.Um professor pode esclarecer melhor.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s